Cidades Destaque
Publicado em 27/10/2016 às 8:49 - Autor:

Até agosto, déficit orçamentário na Prefeitura de Presidente Venceslau soma R$ 16 milhões

paco_municipal_de_presidente_venceslau

A situação financeira na Prefeitura de Presidente Venceslau pode se agravar e comprometer ainda mais os serviços públicos na cidade e, principalmente, o pagamento dos salários dos funcionários públicos municipais. Isso porque, conforme dados obtidos junto ao legislativo, até agosto último já há um déficit de R$ 16 milhões no orçamento estimado para este ano.

Até agosto, a Prefeitura arrecadou R$ 64 milhões e empenhou R$ 81 milhões, registrando um déficit de 26,43% em relação ao previsto inicialmente.

O orçamento aprovado em 2016 soma pouco mais de R$ 107 milhões. Considerando que até agosto já foi empenhado pouco mais de R$ 81 milhões, a estimativa é que o déficit orçamentário poderá ultrapassar a casa dos R$ 20 milhões, levando em conta a baixa arrecadação e as despesas fixas e outros compromissos, como precatórios que deverão ser quitados até o final do ano.

O cenário para 2017 não deverá ser diferente, podendo se agravar ainda mais. O orçamento previsto para o próximo ano não difere em relação a 2016. A estimativa é arrecadar R$ 107,694 milhões, sendo R$ 83,714 milhões para a Prefeitura, inclui-se ai saúde, educação, administração, saneamento etc, e R$ 1,980 milhão para a Câmara. Para a administração indireta, que diz respeito à previdência dos servidores, estima-se um gasto de R$ 22 milhões no próximo ano.

A peça orçamentária deu entrada na Câmara no dia 30 de setembro último. Está agora sob análise das comissões de Justiça e Redação, e Finanças e Orçamentos.

A votação, prevista em lei, deverá ocorrer em dois turnos. O recesso parlamentar começa no dia 5 de dezembro. Até lá, a Câmara terá mais seis sessões ordinárias para apreciação e votação. No entanto, até agora não há nenhuma proposta de emenda por parte dos vereadores.

(Jornal Tribuna Livre)

Comentários