Destaque Esportes
Publicado em 30/06/2016 às 8:46 - Autor:

Ganso tem suspeita de estiramento e deixa campo abatido: “Estou fora”

GANSO

O São Paulo pode ter um grande problema para o duelo contra o Atlético Nacional-COL, na próxima quarta-feira, pelas semifinais da Taça Libertadores da América. Aos 42 minutos do segundo tempo da vitória sobre o Fluminense, por 2 a 1, Ganso sentiu um incômodo na parte de trás da coxa direita, teve de permanecer em campo pois as três alterações já haviam sido feitas e na saída do campo disse algo que assombra os são-paulinos às vésperas do jogo decisivo.

– Estou fora. A frase foi uma resposta à pergunta feita pelo repórter Marco Aurélio Souza, da TV Globo, sobre o incômodo.

Depois, na saída do estádio, o meia apresentou um semblante um pouco mais tranquilo, mas não quis falar.

O departamento médico do Tricolor tem uma semana para recuperar o meia, mas o médico José Sanchez não se mostrou muito otimista. Disse que a suspeita é de estiramento. O jogador será submetido a exame nesta quinta de manhã.

– (A situação) preocupa. Ele teve uma dor na região posterior da coxa. Temos que pensar em um estiramento pelo quadro clínico, mas vamos aguardar o exame.

Sanchez explicou que um estiramento muscular exige um tempo maior de recuperação. Se a suspeita for confirmada, o jogador não poderá jogar as semifinais da Libertadores.

– Quando você tem um quadro de estiramento, a recuperação é um pouco longa. A esperança que a gente tem é que, em alguns casos, uma contratura pode se manifestar como estiramento. É o exame que define. Já vi casos como o dele em que o exame no dia seguinte mostrou algo mais leve. Nessa situação subjetiva de dor tem que esperar o resultado.

Ao ser questionado sobre a frase do jogador na saída do gramado, Sanches explicou que o meia também suspeita de algo mais grave. Por isso, disse que estava fora da semifinal.

– Ele sentiu uma dor, um desconforto grande na coxa. Ele passou por situações semelhantes e sabe que muito provavelmente sofreu um estiramento. A gente fica na esperança de que não seja nada mais grave.

O desgaste físico do São Paulo tem sido motivo de preocupação para a comissão técnica, que deve escalar apenas reservas no duelo contra a Ponte Preta no próximo domingo.

Nesta quarta, Paulo Henrique Ganso começou no banco. No segundo tempo, o técnico Edgardo Bauza sacou Michel Bastos, também pensando em preservar o meia para o jogo contra o Atlético Nacional, e colocou o maestro para jogar. Ao perceber a lesão, o técnico argentino abriu os braços e olhou para o céu.

O São Paulo já corre contra o tempo para recuperar mais dois possíveis titulares até quarta-feira. Kelvin sofreu estiramento no músculo posterior da coxa esquerda. Já Hudson, ainda com dores na coxa, segue em tratamento no departamento médico.

Comentários