Destaque Esportes
Publicado em 27/06/2016 às 9:23 - Autor:

Messi anuncia que não jogará mais pela Seleção Argentina

Messi

Lionel Messi não consegue acordar do pesadelo. Na noite deste domingo, o craque não conseguiu encerrar o jejum da Argentina de 23 anos sem um título sequer. Pior, o próprio craque, que fez um torneio espetacular e foi o melhor argentino da decisão da Copa América Centenário, falhou sua cobrança na decisão por pênaltis, que decretou o título do Chile, em Nova Jérsey. O quarto vice-campeonato em quatro decisões e o sentimento de culpa derrubaram o gênio. De cabeça quente, na zona mista do estádio, Messi chocou a Argentina com sua renúncia: “Já deu, a seleção argentina acabou para mim”.

“É um momento duro para mim e para toda a equipe. São quatro finais perdidas, três seguidas. Não consigo me conformar com o fato de chegar à final e não ganhar. Perdi mais uma vez nos pênaltis, numa partida muito parelha, mas já foi. Minha decisão está tomada”, afirmou o camisa 10 na zona mista do estádio MetLife Stadium en East Rutherford, em Nova Jersey.

“É duro, não é momento de análises No vestiário pensei que esse é o final para mim na seleção, não é para mim”, disse após a partida. “É como eu me sinto agora, é uma grande tristeza, mais uma vez, e perdi um pênalti que era muito importante. Tentei muito ser campeão com a Argentina. Mas não aconteceu. Não consegui”, acrescentou o craque, que chorou ainda no gramado.

Messi participou de três finais da Copa América, em 2007, 2015 e 2016, e da final da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e foi derrotado em todas. A Argentina não conseguiu marcar gols em nenhuma das quatro partidas. A decisão do jogador de 29 anos, que superou Gabriel Batistuta como maior artilheiro da seleção argentina com 55 gols, foi um duro golpe para seus companheiros de equipe, que disseram esperar que esta não seja a decisão final do camisa 10.

No entanto, o atacante Kun Aguero revelou que esta foi a vez em que viu seu melhor amigo mais abalado, e deu a entender que outros atletas também cogitam renunciar à seleção. “Provavelmente, Messi não será o único. Vários avaliamos não seguir”, disse o atacante do Manchester City. (Veja)

Foto: Nelson Almeida/AFP

Comentários