Destaque Política
Publicado em 16/08/2016 às 16:05 - Autor:

Oito chapas são inscritas para disputar a Prefeitura de Pres. Prudente

urna-eletronica-mao

Oito chapas foram oficialmente inscritas na Justiça Eleitoral para disputar a Prefeitura de Presidente Prudente nas eleições municipais deste ano. O prazo terminou nesta segunda-feira (15).

Pela coligação “Agripino É +”, do PMDB e do PSDC, o candidato a prefeito é Agripino de Oliveira Lima Filho, com o vice Carlos Frederico Machado Dias. O número para votação é o 15.

O Partido Solidariedade (SD) tem como concorrente ao cargo do Poder Executivo Daniel Grandolfo, com o vice Wesley Renato Brambilla Gracino de Oliveira. O número é o 77.

O PSOL tem como postulante ao cargo de prefeito Donizete Antônio Marcelino e, como vice, André Luiz Ferreira da Silva. O número para votação é o 50.

Pela coligação “Juntos por Prudente”, formada por PPS, PSB, DEM, PP, PTN, PEN, PSD e PROS, o concorrente ao Executivo é Fábio César Sato, com o vice Carlos Roberto Biancardi. O número é o 23.

O PT do B tem como postulante ao cargo de prefeito João Cláudio da Silva, o Dodô, e como vice Bárbara Marques e Silva. O número para votação é o 70.

A coligação “Acorda Prudente”, do PRB, do PTC e do PSL, tem como concorrente ao Poder Executivo José Lemes Soares, com a vice Silvia Duarte de Oliveira Couto. O número é o 10.

Pela coligação “Avança Prudente”, que conta com PDT, PTB, PSC, PV, PC do B, PHS, PMB, PR e PSDB, o candidato a prefeito é Nelson Bugalho e o vice Douglas Kato. O número é o 14.

O PT tem como concorrente ao Executivo Regina Helena Penati Cardoso Ferreira e, como vice, Paulo de Oliveira. O número para votação é o 13.

As eleições municipais estão marcadas para o dia 2 de outubro. Presidente Prudente tem 169.293 eleitores aptos a votar neste ano.

Poder Legislativo

Já para o cargo de vereador, os partidos políticos inscreveram na Justiça Eleitoral 298 candidatos que disputarão neste ano as 13 cadeiras disponíveis na Câmara Municipal de Presidente Prudente.
Trâmite

Segundo informações do Cartório da 101ª Zona Eleitoral de Presidente Prudente, todas as candidaturas serão julgadas pela Justiça Eleitoral até o dia 12 de setembro. Contudo, caso o candidato seja indeferido, ele pode continuar a campanha, se entrar com recurso.

O cartório também tem até quinta-feira (18) para publicar o edital com os pedidos de candidatura e, partir da divulgação oficial, os candidatos e o Ministério Público podem entrar com pedido de impugnação a qualquer concorrente. O prazo é de cinco dias depois da publicação.

Propaganda
A propaganda eleitoral das eleições municipais de 2016 está permitida a partir desta terça-feira (16), de acordo com o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Conforme a programação, os partidos e coligações podem, das 8h às 22h, fazer propaganda por meio de alto-falantes ou amplificadores de som nas suas sedes ou em veículos.

Também estão permitidos realizar comícios e utilizar aparelhagem de sonorização fixa, das 8h à 0h, podendo o horário ser prorrogado por mais duas horas quando se tratar de comício de encerramento de campanha.

A campanha eleitoral pela internet está liberada, contudo, é vedada a veiculação de qualquer tipo de propaganda paga. Até as 22h do dia 1º de outubro, véspera do dia da votação, poderá haver distribuição de material gráfico, caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos, observados os limites e as vedações legais.

O TSE também divulgou que os juízes responsáveis pela propaganda eleitoral têm até o dia 19 de agosto para a escolha da ordem de veiculação da propaganda de cada partido político ou coligação no primeiro dia do horário eleitoral gratuito.

Segundo o Cartório da 402ª Zona Eleitoral de Presidente Prudente, a reunião do plano de mídia está prevista para esta quinta-feira (18) na cidade.

A partir do dia 26 de agosto, tem início o período da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, que se estende até 29 de setembro.

Comentários