Destaque Política
Publicado em 06/07/2016 às 9:44 - Autor:

Quadro eleitoral em Presidente Venceslau segue indefinido há 90 dias das eleições

????????????????????????????????????

A 14 dias do início das convenções municipais, o cenário político em Presidente Venceslau continua incerto. Claudemir Munhoz Garcia, do PSDB, que havia anunciado sua pré-candidatura a prefeito em março último, dá sinais de arrefecimento e, segundo pessoas próximas a ele, estaria desistindo do pleito eleitoral.

O principal obstáculo para Garcia está na composição do candidato a vice, depois que o ex-prefeito Tacinho (PMDB) declinou participar das eleições. Não houve nenhum fato novo até então e tampouco surgimento de nomes que pudessem fortalecer sua intenção de chegar à Prefeitura.

O PMDB, fiel escudeiro do PSDB em Presidente Venceslau, não apresentou alternativa e convive com descontentamento de alguns membros do partido. A verdade, nua e crua, é que há empecilho para o partido embarcar na candidatura Jorge Duran: o PT de Osvaldo Melo.

Aliás, o PT é empecilho para outros partidos que hoje são oposição em Venceslau, mas têm simpatia por Duran.

No cenário atual, pela falta de nomes para a disputa, não está descartada também a candidatura única.

Por outro lado, Duran tem se mantido calado sobre a sucessão municipal. Há quem acredita que Osvaldo Melo venha ser descartado por ele, o que facilitaria a adesão dos partidos hoje contrários a sua administração.

Nesse cenário, Osvaldo se tornaria candidato contra Duran, uma situação pouco provável, visto que os dois são vistos lado a lado nos últimos eventos públicos.

O mistério será desvendado até 05 de agosto, último dia para realização das convenções para escolha dos candidatos.

Matéria: Tribuna Livre

Comentários