Destaque Política
Publicado em 05/01/2017 às 15:57 - Autor:

Reunião na Câmara define que a casa ficará sem assessoria de imprensa até a efetivação do cargo

camara-municipal

Na manhã desta quinta-feira uma reunião foi realizada na Câmara Municipal de Presidente Venceslau para tratar o assunto sobre a assessoria de imprensa da casa. A reunião foi marcada pelo presidente João Paulo Arfelli Rondó (PSD) e teve a participação de mais oito vereadores, Raphael do Fórum (PPS), Adelino Cabeleireiro (PT), Lucimara Dias (PV), Tenente Dourado (PDT), Gustavo Freire (PV), Roberley Cola (PMDB) e Beto Coelho (PHS).

Na ocasião, de acordo com o presidente João Paulo, todos os vereadores presentes concordaram que é necessário fazer uma mudança na Lei Municipal Atual, que diz que para ser Assessor de Imprensa basta apenas ter o ensino superior, mas não especifíca em qual função seria o estudo.

Ainda na reunião, os vereadores presentes também chegaram a um acordo que é necessário destituir o cargo de Assessor de Imprensa comissionado e criar por meio de um concurso público o cargo efetivo de Assessor de Imprensa. Essa destituição provavelmente, segundo o presidente, será votada na primeira sessão da Câmara em fevereiro.

Nossa reportagem perguntou ainda sobre a realização do concurso público e se existe uma data pré-estabelecida. Segundo ele, a partir de fevereiro a Câmara Municipal vai analisar as condições financeiras e todos os trâmites necessários para a realização de um concurso público. O edital deve sair no meio deste ano, entre os meses de junho e julho. O presidente disse ainda que vai estudar e pesquisar como foram feitos e quais as regras utilizadas em concursos públicos para assessoria de imprensa em outros municípios.

Da Redação – Gustavo Moré

Comentários