Destaque Polícia
Publicado em 27/10/2016 às 9:23 - Autor:

Transferência de presos gera tensão na P1 de Venceslau

p1

A chegada de quase 90 detentos teria causado tensão na última sexta-feira, 21, na Penitenciária Zwinglio Ferreira, a P1, em Presidente Venceslau. Isso porque, os presos vindos de outros presídios do Estado de São Paulo seriam integrantes de duas facções criminosas do Rio de Janeiro, adversárias da maior facção criminosa que atua dentro e fora das unidades prisionais paulistas. Com isso, informações obtidas pelo jornal O Imparcial dão conta que o clima no local estaria delicado, mesmo com os grupos rivais locados em pavilhões diferentes.

O Blog do Toninho publicou matéria na terça-feira, 25, sobre a chegada dos detentos na P1 de Presidente Venceslau.

De acordo com uma fonte que não quis se identificar, os cerca de 90 presos desembarcaram na unidade de Presidente Venceslau na sexta-feira e teriam sido abrigados no pavilhão 1 da penitenciária. Por outro lado, os detentos da facção paulista estariam no pavilhão 4. O pavilhão 2 abriga os presos neutros, enquanto que o 3 estaria em reforma. Mas, mesmo assim, independente da distância, o clima entre os pavilhões estaria acirrado, por conta da rivalidade entre as facções.

Diante das informações, a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo) informa que a P1 de Presidente Venceslau “opera dentro da mais perfeita ordem”. Por isso, considera “absolutamente mentirosa” a afirmação de que o clima no local esteja tenso. No entanto, o órgão não “presta informação sobre movimentação de presos, por questão de segurança”.

(Jornal O Imparcial)

Comentários