Cidades Destaque
Publicado em 24/06/2016 às 15:22 - Autor:

Tufy diz que pela 3ª vez prefeitura de PV não consegue apontar economia na redução de expediente

Tufy Junior

Essa semana o vereador Tufy Nicolau Junior recebeu do Executivo a resposta do seu requerimento n°242/2016, onde o vereador novamente havia solicitando ao prefeito municipal informações sobre estimativa de economia com adoção de medidas administrativas.

No início de março a administração municipal de Presidente Venceslau decretou a adoção de medidas administrativas que limitam o atendimento de pelo menos oito departamentos e secretarias da municipalidade, objetivando conter despesas e gastos. Segundo foi divulgado na imprensa da região, a administração afirmou que essas ações envolvem desde a redução em horários dos expedientes até a suspensão de todos os tipos de despesas e investimentos, com exceção daquelas decorrentes de convênios firmados com outras esferas de governos, desta feita, foi anunciado ainda, que a estimativa é que haja uma economia de R$ 2,5 milhões até 31 de dezembro deste ano e/ou até que seja restabelecida a compatibilização entre receitas e despesas.

Foi a terceira vez que o vereador apresentou uma matéria referente a esse fato e novamente a resposta não foi satisfatória. No documento enviado pelo Executivo, o Prefeito Jorge Duran informou que não há previsão consolidada de economia de despesas e desconhece o conteúdo da matéria e que não houve nenhuma manifestação do setor nesse sentido. Duran ainda informou que a descriminação da economia através de planilhas não é possível pois não há previsão do montante da economia e que a redução está concentrada nas despesas continuas, não aquelas vinculadas.

“Vou novamente reiterar a matéria, pois fica a duvida se os jornais e blogs inventaram as informações dos valores de economia e solicitar nesse novo requerimento a despesas continuas. é inadmissível as medidas adotadas há 3 anos sem ao menos saber o quanto se economiza, pois desde 2014 a Prefeitura vem adotando tal medida e desde então não têm condições de apontar as reais economias para município, lembrando que essa redução de horário prejudica muitos munícipes”, finalizou Tufy.

Assessoria de Imprensa da Câmara

Comentários